Seis dicas para não cair em golpes na Black Friday

Por

Uma ótima oportunidade para adiantar as compras de final de ano, a Black Friday chegou ao Brasil em 2010 e, nos últimos anos, se consagrou como um dos dias mais importantes para o comércio brasileiro, principalmente para os e-commerces.

Adotada por grandes varejistas e por empresas de serviços, a data surgiu nos Estados Unidos e acontece um dia após o Dia de Ação de Graças do país, oferecendo descontos “generosos”, que podem alcançar mais de 80% off.

Apesar de ser muito popular e aguardada por diversas pessoas durante o ano, ainda existem aqueles receosos quanto às promoções desta época. Infelizmente, é comum que sejamos bombardeados por descontos falsos, com empresas elevando os valores dos produtos algumas semanas antes e voltando ao valor original na data, simulando assim, um falso desconto.

Para evitar que isso aconteça, o PROCON divulga anualmente listas de lojas que devem ser evitadas durante a época e existem diversos sites que comparam e monitoram preços, verificando assim se a oferta é real e se vale mesmo a pena aproveitar a suposta promoção.

Cuidados na hora de comprar

Além de prestar atenção no histórico do preço dos produtos que você está interessado em adquirir, é muito importante se atentar a fatores como segurança e credibilidade do site.

Para compras em e-commerces que você não conhece ou que não costuma utilizar, é sempre recomendável pesquisar por comentários e possíveis reclamações de clientes que já utilizaram o serviço desta loja.

Confira nossas dicas para fazer suas compras na Black Friday de maneira segura e tranquila:

Confira o endereço correto das páginas

Muitas vezes recebemos por e-mail, em redes sociais ou através de mensagens de amigos e familiares, links de promoções chamativas e “imperdíveis”. Apesar destas quase sempre utilizarem frases como “Compre agora”, “Não Perca” e “Compre antes que acabe!” para acelerar a venda, é muito importante que você tenha cautela antes de finalizar sua compra.

Confira sempre se o endereço do site está correto e que não há nada estranho no link. Para realizar golpes, criminosos podem simular o site oficial de uma loja quase atingindo a perfeição, mas não é possível copiar o endereço do site. Uma boa dica para usuários do navegador Google Chrome é clicar no cadeado ao lado do site e conferir se a página está segura.

Preste atenção nas páginas que solicitam dados pessoais!

Tome muito cuidado ao inserir seus dados pessoais e bancários na internet. Em épocas de grandes promoções acontecendo, diversas empresas e golpistas liberam campanhas prometendo descontos exclusivos, cupons e outras vantagens.

Desconfie de páginas que você não conhece ou que solicitem informações demais. Além disso, tenha cuidado ao fazer downloads ou aceitar a instalação de programas ou extensões.

Comprando através de aplicativos?

Muitas lojas possuem seus aplicativos oficiais. Apesar de serem considerados seguros, é muito importante conferir se você realmente baixou o aplicativo correto.

Prefira sempre baixar apps através de sua loja de aplicativos, como a Play Store ou a App Store, conferindo sempre o nome do desenvolvedor, número de downloads e comentários.

Além disso, mantenha os apps sempre atualizados, já que em cada atualização, bugs e falhas de segurança são corrigidos.

Cuidados com os métodos de pagamento

Os golpes na internet podem acontecer na hora do pagamento. Ao cadastrar um método de pagamento no e-commerce que você fará a compra, opte sempre por não salvar as informações no site. Assim você evita que hackers que possam invadir o site consigam acesso a esse tipo de informação.

Com os boletos, a fraude pode acontecer na alteração dos dados para onde vai o seu dinheiro e é muito mais difícil reaver o que perdeu. O boleto não é o método mais seguro de pagamentos, apesar de ser prático e acessível.

Dentre os golpes mais comuns estão o “bolware”, que é um vírus no seu computador que altera os dados do boleto. Quando a pessoa faz o pagamento em um boleto fraudado, a quantia é repassada para terceiros.

Tem também o golpe do vendedor falso, que é quando alguém tenta finalizar sua compra via whatsapp ou qualquer outro tipo de meio sem ser o site em que você iniciou a compra. Nesse caso, a pessoa altera os dados e te passa um boleto com um remetente diferente.

Em ambos os casos, é recomendável garantir que o site tenha um selo de segurança para finalizar sua compra de forma segura. Mas o método de pagamento mais seguro ainda é o cartão de crédito.

Com os cartões é muito mais fácil bloquear ou estornar o pagamento realizado, contando com a segurança da provedora de cartões.

Em alguns bancos digitais, já existe a opção de gerar cartões virtuais feitos exclusivamente para compras online. Após a utilização, o cartão deixa de ser válido e é necessário gerar um outro para uma próxima compra.

A BPP oferece o cartão Pré-Pago Digital para você pagar em reais ou em dólares sem sustos ou surpresas, tirando a variação de câmbio da jogada e sem anuidade. Por ser 100% digital, o cartão Pré-Pago Digital diminui o risco de fraudes.

Durante o pagamento, preste atenção nas informações da loja

Tome cuidado com lojas que aceitem somente boletos e transferências bancárias como forma de pagamento. Em caso de transtorno com esse método de pagamento, é muito mais burocrático o estorno do seu dinheiro.

Confira sempre se as informações da loja estão corretas no boleto gerado, procure pelo CNPJ da empresa e busque sempre por comentários sobre a loja. Confira também se a empresa realmente vende o que você está buscando e se o site condiz com os produtos ofertados.

Na hora de gerar um boleto, por exemplo, verifique a legitimidade do mesmo: analise o código de barras, verifique a fonte da emissão do documento, veja os últimos números do código de barras (que correspondem ao valor pago no boleto) e, se ainda tiver dúvidas, analise os dados do beneficiário pelo CNPJ em sites do governo.

Tenha sempre um antivírus em seu computador

O antivírus é um dos programas essenciais para todo celular e computador/notebook. Caso você não tenha um em seu aparelho, existem diversas opções gratuitas disponíveis e que protegem tão bem quanto serviços pagos.

Além de protegerem seu computador ou celular de programas que danificam o sistema e roubam dados, os antivírus podem melhorar a performance de seu dispositivo ao fazerem limpezas de arquivos, por exemplo.

No caso das compras da Black Friday, sugerimos que você utilize um antivírus para se livrar de qualquer programa que possa estar coletando suas informações ou mesmo modificando seus arquivos.

É sempre importante contar com a segurança na hora de fazer suas compras online.

Veja também

Deixe seu e-mail e receba nosso conteúdo

A BPP é especialista em meios de pagamento inteligentes.

Seu e-mail não será publicado em outros canais.