Saiba tudo sobre o Pix no BPPTalks: um evento que mostra toda a funcionalidade dessa nova tecnologia

Por

Entenda da maneira correta como funciona o Pix no BPPTalks, um evento que mostra tudo sobre esse novo meio de pagamento do mercado financeiro.

O Pix é um novo meio de pagamentos instantâneos que o Banco Central criou para facilitar a vida das pessoas. Em tese, o Pix vem substituir as transações de DOC e TED, trazendo um sistema que fica no ar os 7 dias da semana, facilitando os pagamentos e transferências de forma mais rápida e segura, fora do horário bancário comercial.

Como é algo novo para todos, muitas pessoas ainda estão em dúvidas de como o Pix vai funcionar e se ele realmente é tão seguro como apontam. Pensando nisso, no texto de hoje vamos explicar mais sobre o Pix e também sobre o BPPTalks, programa da BPP que está auxiliando as pessoas nessa nova fase dos bancos e financeiras, confira!

O que é o BPPTalks?

O BPPTalks é um evento direcionado às pessoas que desejam saber mais sobre a ferramenta que vai ser disponibilizada em novembro pelo Banco Central. Uma série de eventos onde os palestrantes fazem demonstrações de como usar o Pix e tiram dúvidas, para que as pessoas entendam e saibam usar a ferramenta antes dela chegar oficialmente no mercado.

A BPP foi a primeira Instituição de Pagamento a desenvolver API do Pix para as fintechs, grandes varejistas e provedores de soluções financeiras, mostrando que a modernidade e a tecnologia é o caminho para um futuro mais seguro. 

O BPPTalks foi criado para mostrar como funciona o Pix na prática, para que as pessoas tenham um primeiro contato com a ferramenta. O objetivo do Pix no mercado brasileiro, é facilitar os meios de pagamento, permitindo que eles sejam feitos de forma digital e mais rápida. 

Este evento é feito para entender sobre os clientes diretos e indiretos do Pix, mostrando a funcionalidade da ferramenta como um todo. Os clientes diretos, por exemplo, são aqueles que têm conexão direta com o SPI e uma conta PI, como instituições bancárias.

Já os clientes indiretos, são aqueles que não possuem nenhuma conexão com o SPI e nem uma conta PI. Eles podem ser caracterizados como as fintechs e adquirentes de redes de lojas. O Pix chega ao Brasil como uma ferramenta revolucionária no setor financeiro, mostrando que o mundo digital é o futuro para tudo.

O BPPTalks começou no mês de julho, com um teste ao vivo e primeiras impressões sobre o Pix. Desde então, todos os eventos até agora explicam com detalhes o seu funcionamento e como ele vai servir no mercado brasileiro. 

O BPPTalks vai até o mês de novembro, porém, pode ser prorrogado caso ocorra atualizações sobre a ferramenta. No mês de novembro também ocorre o lançamento oficial do novo meio de pagamento no Brasil.

Clique aqui para se registrar e participar dos próximos eventos e conferir os eventos passados.

Entenda o que é o Pix

O Pix é uma nova ferramenta que tornará mais fácil o pagamento de contas, as transferências entre as pessoas e, até mesmo, o recolhimento de impostos e taxas de serviços. Além de ser uma ferramenta que garante mais segurança e rapidez nas transferências, ele também tem uma gama enorme de possibilidades.

Com o Pix, além de conseguir fazer as transações com mais rapidez, é possível também que seja feito o pagamento em estabelecimentos. Este serviço é semelhante ao QR code que é usado hoje em dia, por exemplo.

Essas transações podem ser feitas através de chaves, que são apelidos utilizados para identificar a conta do usuário. Estes apelidos representam o endereço da sua conta no Pix. A transação também pode ser feita via QR Code, podendo ser lido rapidamente de qualquer smartphone.

De fato, a diferença maior entre as outras formas de transferência atual para o Pix, é a sua rapidez. Enquanto outros tipos de transferências como DOC ou TED tem as suas restrições e só funcionam em horários comerciais, o Pix permite que seja feita em qualquer horário, os 7 dias da semana.

Como funciona as transações hoje e o que vai mudar com o Pix?

De acordo com o Banco Central, não vai ser preciso instalar nenhum aplicativo para que o Pix funcione, já que ele vai ser integrado a todos os sistemas bancários, fintechs e estabelecimentos comerciais. 

Hoje em dia, existem duas possibilidades para enviar dinheiro entre as instituições, são elas o DOC e o TED. O DOC é um documento de ordem de crédito que cai na conta da pessoa no dia seguinte, caso o depósito seja feito até as 22hs do mesmo dia. Já o TED é uma transferência eletrônica disponível, onde você pode enviar dinheiro para a mesma ou outras instituições e o valor pode cair até as 17hs do mesmo dia.

Um ponto importante das duas transações é que elas funcionam apenas em dias úteis. Ou seja, transferências feitas em feriados nacionais ou fins de semana, só são creditadas em conta no próximo dia útil.

De fato, isso acaba se tornando um problema para as pessoas que desejam fazer as transações aos finais de semana e feriado. Mas com o Pix, esse problema pode ser resolvido de forma rápida e fácil, já que a sua proposta principal é trazer mais comodidade ao usuário.

Com essa nova ferramenta, qualquer pagamento ou transação é feita na hora, independente do dia da semana ou do horário. Isso vai acabar com os problemas de transferências após  às 22hs, nos finais de semana ou feriados . O Pix funcionará 24hs por dia, os 7 dias da semana, com as transações sendo realizadas em até 10 segundos.

Entretanto, isso já acontece hoje, porém apenas com uma transação feita entre o mesmo banco, que são instantâneas e gratuitas. Já com esse novo recurso, você consegue fazer transação entre os bancos e o dinheiro será creditado de forma instantânea.

O cadastro no Pix deve ser feito no banco onde a pessoa já tenha conta aberta. Bancos, fintechs e instituições de pagamentos vão disponibilizar o cadastro para seus respectivos clientes em seus sites. 

Esse cadastro pode ser feito a partir do dia 5 de outubro, onde a pessoa informa seu CPF ou CNPJ, celular e e-mail devem ser cadastrados em suas chaves. Vale lembrar que para pessoa física, é possível ser cadastradas até 5 chaves e para pessoa jurídica podem ser cadastradas 20 chaves, todas elas com os mesmos critérios de e-mail, telefone e demais dados.

O Pix é um grande avanço da tecnologia em relação ao mercado financeiro, trazendo a facilidade e a rapidez para transferir qualquer valor a qualquer hora do dia e, com a ajuda do BPPTalks, entender essa nova tecnologia fica ainda mais fácil!

Tags:

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.