BPP projeta novas oportunidades após sucesso de conectividade do PIX

Por

Instituição de Pagamento foi uma das primeiras a realizar teste liberado pelo BACEN

Participando dos Fóruns e acompanhando atentamente as informações divulgadas pelo Banco Central sobre o novo sistema de pagamentos instantâneos e transferências, a BPP reforça sua chancela de empresa inovadora.

É que o BACEN acaba de apresentar seu mais novo projeto – PIX, um sistema que irá unir bancos e outras formas de pagamentos digitais para facilitar o envio de dinheiro que irá mudar o mercado de meios de pagamento.

O sistema ainda está sendo desenvolvido em etapas, mas a primeira delas já é comemorada. O passo inicial foi a permissão dada pelo BACEN para que alguns bancos e instituições pudessem realizar teste de conectividade dentro de um período estabelecido.

A BPP foi uma das contempladas a participar da primeira fase do projeto e se preparou para que o teste de conectividade do PIX fosse realizado com sucesso. No período liberado enviou o pedido e toda a operação ocorreu como planejado.

As próximas etapas devem seguir calendário proposto pelo BACEN e devem ser cumpridas uma a uma até o lançamento final previsto para novembro ainda de 2020.

Conforme calendário elaborado pelo BACEN, devem acontecer novos testes. A BPP está acompanhando os editais e assim que for aberta a nova janela de testes a BPP estará pronta para participar seguindo as normativas, buscando atender todos os parâmetros solicitados.

A BPP busca estar sempre na vanguarda, por isso os desafios não param. Existe um esforço interno para adaptar a estrutura hoje existente ao que está sendo solicitado. “Estamos nos preparando para atender o novo formato para pagamentos e transferências desenvolvido pelo Banco Central que irá agilizar e contribuir para redução dos custos das transferências bancárias e pagamentos permitindo que um maior número de pessoas possam fazer uso do serviço que tem a pretensão de ser rápido, barato e seguro”, ressalta José de Carvalho Júnior, diretor de Produtos da BPP.

Atualmente muitos bancos cobram caro para realizar serviços de transferência seja por meio de TED ou DOC, valor que chega a custar ao bolso do usuário até 18 reais. Dentro da BPP o valor fica na casa dos 4 reais. Mas a ideia é que o serviço esteja disponível no app do banco ou  instituição participante e seja oferecido bastando indicar número de telefone, e-mail ou CPF de quem vai receber o dinheiro, pagando um valor ainda menor do que o praticado com os serviços oferecidos ou mesmo sendo ofertados de forma gratuita. Pagamentos por QR Code também serão contemplados com o novo sistema, tudo muito fácil e dinâmico.

A facilidade de utilização do pagamento instantâneo também atinge tempo e prazo entre o envio e recebimento dos valores via PIX que deve variar de 2 a 10 segundos, podendo ser usado 24 horas por dia, os 7 dias da semana, incluindo feriado, todos os dias do ano.

A chegada do PIX irá auxiliar ainda mais na democratização do mercado financeiro, incluindo e facilitando o dia a dia do cidadão brasileiro.

Alinhada com a proposta do Banco Central, seguindo a linha de inovação na qual sempre busca atuar, a transferência entre contas BPP é uma realidade dentro da instituição e pode ser realizada de forma instantânea e a qualquer hora e dia, sem custo e de forma totalmente segura.

Deixe seu comentário

Seu e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.